Pular para o conteúdo principal

Sobre Nós

Aberto

Conheça a estratégia de gestão de fornecedores para oficinas

Gestão de fornecedores

Todas as empresas, independentemente do seu segmento de atuação ou do porte, devem ter atenção e organização quanto aos seus processos internos. Uma dessas boas práticas está relacionada à gestão de fornecedores que, para as oficinas de funilaria, é essencial para garantir a competitividade no mercado.

Para que essa rotina seja um sucesso, é necessário entender o que é e como colocar esse conceito em prática. Nós vamos ajudar você nessa missão. Continue a leitura e conheça melhor a estratégia!

O que é gestão de fornecedores?

Os fornecedores são empresas parceiras que contribuem para que as oficinas tenham acesso aos suprimentos necessários para fazer o seu trabalho, como cilindros de argônio (melhor gás para soldar alumínio), acetileno, aletileno e outras misturas de gases para solda e corte.

Nesse contexto, a gestão de fornecedores tem a principal missão de buscar os melhores produtos do mercado em relação ao preço, à qualidade e aos prazos de entrega. Após analisar quem apresenta as melhores condições, entra em ação o gerenciamento.

Sendo assim, a gestão de fornecedores para oficinas de funilaria pode ser definida como o controle e acompanhamento de todo o ciclo de compra e uso de insumos para o seu funcionamento, indicando quando eles foram utilizados e se necessitam ser comprados novamente.

Além disso, os responsáveis por essa tarefa podem estabelecer acordo com as empresas que fornecem esses materiais, para que enviem os produtos de maneira cíclica. Dessa forma, garante que a oficina esteja sempre abastecida dos instrumentos que precisa para trabalhar e viabiliza melhores condições de negociação.

Qual é a importância de fazer uma gestão de fornecedores efetiva na oficina?

Devido às características, à definição e às atividades relacionadas com a gestão de fornecedores, ela se torna importante para que a oficina tenha sempre os suprimentos e equipamentos necessários à mão.

Dessa forma, garante a satisfação dos clientes, pois diminui os possíveis atrasos na entrega dos serviços e evita o reajuste frequente de preços, inclusive, estes são apontados como os maiores problemas na oficina.

Dessa forma, uma boa gestão de fornecedores torna a funilaria mais competitiva, pois consegue praticar melhores preços, além de garantir e honrar com a data de término de um serviço.

Como colocar em prática a gestão de fornecedores na oficina?

Quer garantir os benefícios descritos acima por meio de uma gestão de fornecedores de excelência? Confira algumas dicas valiosas para colocar em prática!

Pesquise a reputação do fornecedor

Encontrou um fornecedor com preços atrativos, prazo bom para pagamento e atendimento que supera expectativas? Agora, é hora de pesquisar a reputação dessa empresa.

Verifique se ela cumpre o que é prometido, se os produtos são de qualidade, se o suporte de pós-vendas é tão bom quanto o atendimento pré-vendas e outras questões fundamentais para uma boa gestão de compras e de estoque.

Para isso, os fornecedores devem ser submetidos a uma espécie de qualificação, na qual a oficina analisa diversas fontes de informação para avaliar se vale a pena fechar a parceria. Afinal, é importante que o custo-benefício traga maior lucratividade para o negócio, sem perder a qualidade no serviço.

A internet é um ótimo espaço para isso. Buscar a opinião de outros empreendedores sobre a parceria, eventuais problemas que podem ter acontecido e a maneira na qual foi solucionado, além da reputação dos produtos oferecidos por esse fornecedor são algumas questões que precisam ser analisadas durante a pesquisa.

Construa uma relação de parceria

O seu fornecedor é um parceiro do negócio, então, procure manter uma boa comunicação e um relacionamento amigável com essa empresa. Para tanto, contar com uma parceria que tenha canais de atendimento diferenciados, como centrais especializadas, é fundamental.

O objetivo é poder contar com os parceiros comerciais sempre que necessário. Lembre-se de que essa é uma relação de troca, na qual compreensão e empatia fazem parte do jogo. Por exemplo, se o seu fornecedor sempre fez as entregas no prazo, é importante ser flexível em situações adversas.

De outro lado, considere oferecer algumas vantagens para o seu fornecedor, como antecipar os pagamentos quando possível. Dessa forma, ele também vai saber que pode confiar em você. Sem falar dos benefícios de ter um suporte da empresa e comprar direto com o fabricante.

Mantenha as expectativas alinhadas

Alinhar expectativas é importante em qualquer relacionamento. Na gestão de fornecedores, para atender às suas necessidades, é necessário começar pelo desenvolvimento de requisitos que considera importante. Já citamos alguns deles aqui, como prazos e forma de pagamento.

Nesse sentido, é importante deixar nítido o que deseja. Por exemplo, se precisa parcelar o pagamento em mais vezes do que é oferecido, questione se é possível. Caso as peças devam chegar até você em uma quantidade específica de dias úteis, inicie as negociações sabendo exatamente o prazo necessário.

Isso vai ajudar a encontrar o melhor fornecedor para as suas necessidades, evitando furos na gestão do estoque e, até mesmo, no orçamento.

Monitore os custos

Dependendo do material que você precisa comprar, seu fornecedor pode ser o fabricante ou um revendedor. Conhecer toda a cadeia logística do suprimento necessário para desempenhar suas atividades ajuda a entender e monitorar os custos e tem impacto direto no valor final do seu serviço.

Isso significa que o aumento de preço de um determinado insumo, uma hora ou outra, vai se refletir no produto que chega até você. Acompanhar esse processo é essencial para fazer seus pedidos no momento certo, contribuindo para a sua oficina trabalhar com uma tabela de preços mais competitiva.

Monitorar os custos é uma tarefa complexa, no entanto, essa habilidade pode ser conquistada com o passar do tempo. Conforme os pedidos são efetuados, recebidos e utilizados, a flutuação de preços e necessidades de prazos fica mais evidente.

Paralelo a isso, é importante acompanhar os noticiários sobre a situação do Brasil e do mundo e fazer a conexão com o seu trabalho na oficina.

Qual é o papel da tecnologia na gestão de fornecedores?

A gestão de fornecedores deve ser vista como uma estratégia de negócios, portanto, que contribui para o planejamento financeiro. Contar com parceiros sérios e um melhor custo-benefício permite otimizar recursos, que podem ser investidos ainda mais na tecnologia interna da sua empresa.

Essa é uma forma de aumentar seu diferencial competitivo no setor e melhorar a gestão da oficina. Existem diversos softwares no mercado desenvolvidos especialmente para facilitar essa tarefa, como:

Essas são apenas algumas sugestões, então, sinta-se à vontade para procurar por outras se achar necessário, tudo bem?

Com este material, nossa intenção foi facilitar o seu trabalho e compartilhar informações para aumentar a competitividade e rentabilidade da sua oficina por meio da gestão de fornecedores. Esperamos que nosso objetivo tenha sido atingido!

Para novos materiais, siga nossas redes sociais e fique de olho nas atualizações! Você encontra os perfis da Air Liquide no LinkedIn, no Facebook e no YouTube.