Pular para o conteúdo principal

Sobre Nós

Aberto

Qual gás vai no chopp? Veja as especificidades do gás para chopeira

gás para chopeira

O gás para chopeira é um dos principais componentes no processo de transporte do chopp presente no barril, até que ele passe pela torneira e caia no copo do cliente. Porém, algumas pessoas não sabem que gás é esse e quais as outras influências que ele exerce na bebida.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo especial para acabar de vez com essa dúvida. Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Então continue com a gente e confira!

Qual a função do gás no chopp?

Basicamente, existem dois tipos de gases que podem compor o chopp e cada um tem uma função específica na composição da bebida. São eles o Dióxido de Carbono (CO2) e o Nitrogênio (N2).

Dióxido de Carbono (CO2)

O Dióxido de Carbono, ou gás carbônico, que se encontra na cerveja é a principal responsável pelo processo de carbonatação da bebida, formando o famoso colarinho. Além disso, esse gás também é responsável por fazer a pressão correta no barril, empurrando a cerveja para a torneira da chopeira.

Nitrogênio (N2)

Apesar de a maioria dos chopes utilizarem o gás carbônico puro, algumas cervejarias adotaram, também, a utilização do Nitrogênio em suas chopeiras na hora de empurrar a cerveja para a torneira, o que gera maior cremosidade à bebida. Com isso, pode-se fazer várias combinações de proporções entre os dois gases, como 3/4 de Nitrogênio, para 1/4 de Dióxido de Carbono.

A adição do Nitrogênio faz com que a espuma permaneça por mais tempo no copo, ajudando a preservar o sabor e a temperatura do chopp, ao mesmo tempo em que mantém sua leveza. Além disso, ela dá um outro visual à bebida quando servida, pois a dissipação rápida desse gás faz com que se crie um efeito cascata, onde as pequenas bolhas sobem rapidamente para o topo do copo.

uc?id=1-3J3IXY4LJx5i-qqmSQnMa6VOE7JCQjE

Qual é a importância do processo de carbonatação?

Esse processo é o principal responsável pela conservação da qualidade da bebida, já que é a partir dele que será determinada a quantidade específica de Dióxido de Carbono presente na cerveja. É durante esse processo que também se obtém as características principais da bebida, tais como a cor, a textura, o brilho e o cheiro, além de desacelerar a produção de bactérias.

Dependendo do estilo da cerveja, o volume adicional de gás carbônico pode ser maior ou menor. Entretanto, deve-se ter cuidado, pois se o nível for acima ou abaixo das recomendações, é possível ocorrer a formação excessiva de espuma ou até mesmo uma explosão, por conta da alta pressão que será gerada.

Como garantir a procedência do gás para chopeira?

A melhor maneira de garantir a procedência do gás carbônico para a chopeira é buscar por fornecedores com experiência no mercado, que tenham boa reputação. É interessante também que ele não seja um terceiro, e sim um fornecedor direto, capaz de controlar a cadeia de suprimentos e proporcionar as garantias necessárias para que você adquira um gás de qualidade.

Como você pôde ver, o gás para chopeira utilizado nos equipamentos que fazem parte do processo de produção do chopp também é responsável por outros fatores que contribuem para o sabor e textura da bebida, influenciando diretamente em sua qualidade.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe em suas redes sociais e permita que mais pessoas tenham acesso a essas informações!