Pular para o conteúdo principal

Sobre Nós

Aberto

Equipamentos para soldagem: quais são os principais?

Equipamentos para soldagem

Não importa o tipo de componente, desde um avião até um portão de garagem há a necessidade de se utilizar elementos para soldagem de metais. Afinal, esse mecanismo é usado para unir, preencher ou recuperar partes de vários tipos de materiais, principalmente na área industrial.

Para isso, existem muitos equipamentos para soldagem que devem ser observados por quem atua no ramo. Cada processo exige uma série de itens, tanto para proteção quanto para produção.

Pensando nisso, preparamos este texto para que você saiba quais são os principais equipamentos que envolvem a soldagem. Confira agora!

Quais os EPIs indispensáveis para a soldagem?

Os Equipamentos de Proteção Individual são requisitos básicos na hora da soldagem. Por isso, confira, a seguir, itens indispensáveis para esse caso.

Máscara de solda

A máscara de solda é usada com o objetivo de assegurar proteção, garantindo que a luz forte não provoque danos nos olhos do profissional. Entre elas, há tanto a versão manual quanto a automática.

O modelo manual deve ser ajustado para escurecer o visor quando for feito o processo de soldagem. Já o automático permite uma maior produtividade ao usuário, modificando o nível de escurecimento do visor automaticamente conforme a luz gerada no arco elétrico.

Além disso, o óculos de solda é um EPI que tem a mesma função da máscara, pois protege os olhos do brilho e da radiação do arco elétrico.

Proteção auditiva

Outro equipamento para soldagem muito importante para segurança do trabalhador é o de proteção auditiva. Os protetores auriculares e os abafadores de ruído são excelentes opções para garantir eficiência ao trabalho.

Antes de tudo, é essencial entender qual o nível da exposição de ruído em que os trabalhadores se encontram, a fim de decidir qual deles é o mais adequado para tais atividades.

Luvas de Segurança                                                                             

Elas têm como objetivo proteger as mãos do soldador. O modelo mais comum é a luva de vaqueta ou raspa. Elas garantem segurança ao usuário contra todos os agentes escoriantes, perfurações, abrasivos, cortes e respingos de solda.

Há diversos tipos de luvas de segurança, as quais são típicas para soldas feitas em temperatura mais elevada.

Botas de segurança

Também conhecidas como bico de aço, as botas de segurança são feitas para a prevenção de potenciais acidentes que podem acontecer quando se está trabalhando com peças grandes ou quando há a existência de peças no chão. Assim, elas se tornam essenciais nesses casos.

Máscara para fumos de solda

Diferente da máscara de solda, esse modelo tem como função proteger o sistema respiratório do colaborador. Ela impede a inalação de fumos de solda e partículas de poeira existentes no processo de soldagem, que poderiam acarretar muitos problemas a longo prazo.

Avental

Os aventais são usados para a proteção do corpo do usuário contra detritos e respingos durante a soldagem. O uso desse equipamento também pode ser feito em conjunto com mangas e casacas, a fim de garantir uma segurança ainda maior do tronco e dos braços.

Toucas de algodão

Essas toucas têm o objetivo de proteger a cabeça, as orelhas e o pescoço de respingos, faíscas e detritos, que ocorrem nos processos de soldagem. Ela também empenha o papel de proteger o trabalhador contra o calor excessivo no decorrer desse tipo de atividade.

Quais são as ferramentas necessárias para a atividade de solda?

A solda é um dos processos mais comuns em lugares que exigem a fusão de metais. De uma maneira simples, é por meio dela que é possível fazer ligações entre estruturas. Por isso, veja agora quais equipamentos são necessários nesse processo.

Máquina de solda

Atuam sob alimentação de alguma fonte de energia elétrica, sendo que há dois sistemas de processamento da energia: transformadora ou inversora. Contudo, o resultado de saída da máquina de solta será a geração de um arco elétrico.

Nem sempre um alto valor de corrente constituirá em uma soldagem mais simples ou mais eficaz, assim como um valor baixo também pode não ser vantajoso. É preciso regular o valor da corrente a ser usada de acordo com cada aplicação e trabalho a ser feito.

Alimentador de arame MIG / MAG

Esse é um modelo de procedimento de soldagem que se baseia no uso de um consumível em modelo de arame. Ele está protegido por meio de um gás, a fim de promover a junção de elementos metálicos utilizando processos de aquecimento e fusão.

Cilindro de gás

Os cilindros de gás são essenciais no processo de soldagem. Em relação ao gás a ser utilizado, existem o gás mistura, gás argônio puro e gás CO². Todos eles são usados no procedimento e cada um atua conforme um tipo específico de soldagem.

Inversora de Solda

Com tecnologia IGBT (Insulated Gate Bipolar Transistor), a Inversora de Solda é adequada para soldar eletrodos revestidos, entre outros. Um dos benefícios é a capacidade que o equipamento tem de alcançar até 90V em vazio, além de disponibilizar uma ignição de arco mais apropriada.

Transformadora de solda

As serralherias e oficinas usam com frequência a transformadora de solda, visto que esse é um dos equipamentos para soldagem mais importantes para a conclusão de trabalhos com eletrodos revestidos em Correntes Alternadas (CA).

Quais são os acessórios necessários para a soldagem?

Alguns acessórios são fundamentais no processo de soldagem, como os listados a seguir. Veja.

Eletrodo para solda

Os eletrodos para soldagem são aplicados nos mais diversos modelos de produtos e em todos os tipos de juntas e posições. Eles podem promover a soldagem com baixo nível de respingos e cordões com excelente acabamento. É bom lembrar que os eletrodos não podem ficar alocados diretamente no chão ou expostos à umidade.

Os eletrodos do modelo revestidos são utilizados para soldagem a arco elétrico com eletrodo revestido. Trata-se de um processo que promove a junção entre metais por meio de alta temperatura com o uso de arco elétrico definido entre um eletrodo metálico revestido e o item a ser soldado.

Por mais que ocorra diferenças nos modelos de eletrodos revestidos, notadamente quando se fala no próprio revestimento, o funcionamento acontece da mesma maneira. O arco elétrico é criado pela corrente que é guiada pela vareta. Além do mais, a sua abertura simplifica todo o processo de revestimento.

Assim que esse arco elétrico é criado, o calor faz com que o revestimento inicie sua decomposição e libere gases de proteção. Assim, ele auxilia na proteção da fusão de metais de alguma possibilidade de contaminação da atmosfera, que está carregada de outros gases que são capazes de prejudicar a qualidade da solda.

Estufa para eletrodo

Uma vez que o resfriamento devagar dos eletrodos ressecados precisa ser evitado, e eles são bastante higroscópicos (alta absorção de água), é necessário guardá-los em local apropriado. A estufa é fabricada dentro dos mais elevados padrões de qualidade, atendendo às exigências e necessidades dos maiores produtores globais de eletrodos.

Enfim, esses equipamentos para soldagem exercem excelentes funções nesse processo. Contudo, você deve escolher produtos de qualidade para manter a produtividade e a segurança de quem trabalha com isso.

E aí, gostou deste texto? Conheça então os produtos para solda da Air Liquide! Eles com certeza suprirão as suas necessidades.