Pular para o conteúdo principal

Sobre Nós

Aberto

Cilindro de CO₂ para chopeira: saiba como funciona!

Cilindro de co2 para chopeira

Tomar um chopp geladinho em uma sexta-feira bem quente é uma atividade prazerosa para muitas pessoas e motivo de alegria para donos de estabelecimentos. Porém, para que as operações saiam dentro do esperado, é essencial conhecer e garantir o bom funcionamento dos equipamentos. Um deles é o cilindro de CO₂ para chopeira.

A seguir, vamos explicar melhor como ele funciona, qual é o papel do CO₂, quais são os cuidados necessários e como garantir a segurança dos materiais. Continue a leitura para saber mais!

O que é o cilindro de CO₂ para chopeira e como ele funciona?

Cilindros de CO₂ são aqueles compartimentos em que o gás dióxido de carbono (ou simplesmente "gás carbônico") fica armazenado de forma pressurizada. É ele o responsável por fazer com que a bebida seja impulsionada no barril e chegue até a torneira.

O gás pressurizado é direcionado por meio de uma peça chamada de válvula extratora. Assim, a cerveja é forçada a sair por outro ponto, chamado de linha de chopp, até chegar na torneira, onde o copo dos clientes serão servidos.

Qual é a função do gás na extração do chopp?

O CO₂ contido no cilindro é injetado no interior do barril. Lá, ele fica "por cima" da cerveja, exercendo na bebida uma pressão que vai de cima para baixo. Assim, o gás continua retido no chopp, fazendo com que, assim que a torneira é aberta, ele saia com aquele "colarinho" característico.

Para que isso aconteça sem haver uma perda do gás, é fundamental que haja a compressão. Porém, o ar comprimido não é o indicado para esse processo, pois ele oxida o chopp e altera suas características.

É aí que entra o gás carbônico oferecido pelas fábricas. Ele é recomendado para realizar a extração da bebida nas condições ideais.

Além do gás carbônico puro, podem ser também utilizadas misturas de gás carbônico com nitrogênio — como Aligal 17 = 70% CO2, 30% N2. A presença do Nitrogênio proporciona mais cremosidade para o chopp, além de contribuir para que a espuma dure mais tempo, ajudando a preservar tanto a temperatura quanto o sabor da sua bebida.

Como é a instalação típica para a extração de chopp?

Conhecer bem as peças que compõem o sistema de extração é essencial para garantir uma boa montagem e manutenção. Veja quais são as peças nos próximos tópicos.

Válvula extratora

É ela que faz a conexão do barril com o cilindro de gás carbônico e a chopeira. Ela funciona por meio do CO₂ pressurizado.

Regulador de pressão

Como o nome sugere, ele é o responsável por regular a pressão do gás carbônico — que é necessária para impulsionar a cerveja para fora do barril e chegar até a torneira. Ele geralmente conta com dois manômetros, um indicando a pressão no interior do cilindro (quantidade de gás estocada) e um indicando a pressão de consumo.

O uso da reguladora é essencial, pois uma extração com pressão alta demais pode levar à supersaturação da cerveja com CO2 e formação excessiva de espuma. Como a pressão de abastecimento dos cilindros de CO2 é de 1800 psi, e a pressão para extração do chopp não pode passar de 60 psi, a regulagem na saída do cilindro é indispensável.

Barril

Trata-se de um cilindro feito de inox e fechado hermeticamente, o que ocorre por meio de um sistema de vedação localizado na parte superior do equipamento.

Cilindro de CO₂

É nele que fica estocado o gás carbônico, usado para impulsionar a bebida.

Chopeira

A chopeira é, por assim dizer, a peça final do sistema de extração de chopp. Em geral, é a parte que fica visível para os clientes. Além da torneira para extração, ela conta com uma válvula para evitar desperdícios e outras peças vitais para o funcionamento (como o motor).

Uma chopeira a gelo utiliza um kit gás para funcionamento e tem uma serpentina que demanda a adição de gelo. Na parte frontal do equipamento, encontra-se a torneira que é usada para extrair o chopp e servir os copos dos clientes.

uc?id=1-3J3IXY4LJx5i-qqmSQnMa6VOE7JCQjE

Como garantir a segurança do cilindro de CO₂ para chopeira nos bares?

Primeiramente, é fundamental destacar que, dependendo do tamanho do bar, a instalação da chopeira muda e isso influencia diretamente na segurança. Alguns cuidados são necessários para garantir o bom funcionamento do cilindro de CO₂ e, nos tópicos a seguir, mostramos os principais deles.

Armazenamento adequado

Os cilindros jamais devem ficar expostos ao calor. Além do mais, também é de suma importância evitar quedas ou qualquer tipo de choque, especialmente na válvula de consumo.

Sempre que eles forem utilizados em suas operações, é recomendado que fiquem presos — o que pode ser feito tanto na parede quanto no próprio balcão. A fixação pode ser feita com corrente ou anéis de segurança.

Proteção para a válvula de saída

A válvula de saída fica localizada na parte superior do cilindro. É importante mantê-la protegida com uma tulipa ou capacete. O objetivo desse cuidado é evitar que ela seja arrancada em decorrência de algum baque, como pancadas ou quedas, o que pode gerar acidentes graves.

Ventilação recorrente

Se você vai estocar os cilindros (e os barris) em algum ambiente fechado, é fundamental ter o cuidado de prover uma ventilação adequada. Essa medida visa evitar o acúmulo do gás carbônico no local, o que pode provocar anoxia a partir de determinada concentração.

Caso seja possível, o ideal é contar com um detector de gases instalado no local. Com o dispositivo adequado, você consegue receber uma sinalização caso algum vazamento esteja ocorrendo a partir do cilindro.

Regulagem correta

Não se esqueça de regular a pressão do gás adequadamente, pois isso é essencial para que o chopp saia na velocidade certa e gere a quantidade de espuma desejada para os clientes. Assim, você garante a qualidade das bebidas oferecidas e proporciona uma boa experiência para os frequentadores do local.

Qual é a importância do uso do gás com grau alimentício?

É importante lembrar que o gás carbônico fica em contato direto com o chopp. Por isso, não se esqueça de adquirir um CO₂ com grau alimentício — e não qualquer gás pressurizado que é vendido no mercado, pois a saúde dos seus clientes e a credibilidade do seu negócio está em jogo.

Por isso, dê preferência por adquirir o cilindro diretamente com o fornecedor, em vez da revenda, pois isso garante a qualidade do gás carbônico, além da certeza de que ele é adequado para essa finalidade.

Gostou de saber mais sobre o cilindro de CO₂ para chopeira? Agora você conhece todo o sistema um pouco melhor e sabe da importância que esse equipamento tem para a extração do chopp, não é? Não se esqueça de manter todos os cuidados adequados para garantir a segurança dos colaboradores e dos frequentadores.

Agora que você já sabe mais sobre o cilindro de CO₂ e todo o sistema de extração de chopp, aproveite e conheça o nosso catálogo online, com todos os produtos que temos disponíveis!

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) estabelece regras para as empresas, garantindo controle sobre uso, coleta, e qualquer outro tipo de tratamento de dados pessoais. Para dúvidas, reclamações ou solicitações referentes ao seu direito como titular de seus dados entre em contato conosco através do e-mail de nosso DPO: protecaodedados@airliquide.com